9 de dez de 2012

Sutil como um elefante

Este espaço, desde o início, pretendia ser dedicado à arte: literatura, poesia, crianças e outras artes.
Mas acontece que, às vezes, surgem temas, geralmente políticos, que me tocam sobremaneira e eu não resisto. E lá vai uma crônica política sobre a lei dos royalties, por exemplo. Com frequência perco a calma nessas situações, em detrimento da elegância do texto e da civilidade pessoal. Carece pois, separar o joio do trigo.
Acresce que arte e política não fazem, em geral, bom caldo. Essa mistura quase sempre vira panfletagem e a história da arte está cheia de exemplos.
Pensando nisso, e para preservar o sossego e a calma próprios de avô, resolvi instituir um assessor para assuntos políticos, áridos ou polêmicos, de modo a livrar-me de estresse. Eu quero é sossego!
Esse assessor responde em SUTIL COMO UM ELEFANTE  www.sutilefante.blogspot.com
Ou pode ser acessado pelo link abaixo, à direita.

0 comentários:

Postar um comentário