1 de fev de 2014

Onde o vento faz a volta e mais além - 9

Viva Laurita! Viva Juliana!
Quero aqui fazer uma singela homenagem às mulheres sertanejas de Serra Azul, nas pessoas de D. Laurita e de Juliana - com todos os respeitos e datas vênias que a circunstância requer e as senhoras merecem.
D. Laurita é esposa, companheira e suporte de José Barbeiro. É a mãezona que todos gostaríamos de ter e comanda o departamento mais importante de uma casa – a cozinha. Sei disso pois comi durante quatro dias na Camaçari.
Sobre ela se conta uma história: no início, para ajudar o marido, Laurita saía dirigindo uma velha camionete pelos lugares do sertão e nas cidades, comprando e vendendo porcos. Laurita dirigia mas não era habilitada, nem a camionete tinha a documentação legal e a manutenção necessária. Um dia foi parada numa blitz. O sargento disse: “Mas D. Laurita, a senhora não tem carteira e a viatura não tem documentos! O que é que eu faço com a senhora?” Laurita estava enrolada! Então veio o desenrolo: a oferta de um porquinho. O sargento considerou boa a solução e já escolhia um porquinho, quando Laurita lhe disse: “Não sargento, não é desses que vou lhe dar; tenho um agrado muito melhor lá na fazenda, uma porquinha já enxertada, vai dar cria logo, logo”. Laurita safou-se. E até hoje o sargento espera por sua porquinha enxertada.
D. Laurita gosta muito quando recebe visitas na fazenda, e quando vão embora não quer se despedir, esconde-se num quarto a chorar.



Juliana é flor silvestre, nasceu e cresceu no campo; é  jovem, esposa e mãe. Sua filhinha é muito bem cuidada. É escolada e ativa em todas as lidas de uma fazenda ou sítio – o braço direito da sogra Laurita. Monta a cavalo como anda de moto, ultimamente o meio de transporte mais utilizado no sertão. E estuda na Universidade à distância. Me chamou a atenção por ocasião da busca ao milho verde, quando tão bem soube conduzir aquela tarefa. E mais impressionado fiquei quando, no réveillon, apareceu produzida, linda e elegante de causar inveja. Neca, meu querido, cuida bem dessa mulher! Com todo o respeito.

COMENTE
Me faça esse carinho  

0 comentários:

Postar um comentário