21 de abr de 2014

Um editor atrapalhado


Uma das ilustrações de
"Galo, galinha e pinto e outras histórias"
Escrevo estas poucas linhas, se não são poucas foi a maneira de iniciar o texto dando notícias do meu “Galo, galinha e pinto e outras histórias”, há tempos prometido e ainda não cumprido.
Já disse que ando com veleidades de escritor neófito; pois agora meti-me também a editor. Imaginem!
Para tal era preciso que me cadastrasse na Agência Brasileira do ISBN para obter o meu prefixo editorial e o ISBN (International Standard Book Number) e código de barras para o livro a ser editado. Isto eu queria, para que o meu livrinho tivesse todas as formalidades dos outros livros. As editoras de demanda fazem o procedimento, mas cobram, é claro, e a menos que eu tivesse uma editora que me bancasse, era preciso diminuir custos. E é “facinho”, é on line, me disse a simpática atendente da gráfica onde fiz o orçamento para uma tiragem de 500 exemplares.
Pois bem, meus amigos, não era tão facinho assim.
Pra começar, o site da agência é novo, e como toda coisa nova, ainda não testada pelo uso, apresentava algumas deficiências de informação e comunicação, que eu só pude superar com inúmeros telefonemas para a agência, ao longo das quatro tentativas que fiz.
Na primeira tentativa logo desisti. E optei por ir pessoalmente na agência entregar os documentos e comprovante de pagamento dos serviços. Não pode, o senhor começou on line tem que terminar on line. Mas não tem problema, nós lhe devolvemos a tarifa na sua conta corrente. Não tem problema! óh, céus!
Segunda tentativa on line: cancelada sem eu saber o porquê.
Quando voltei de minhas férias das férias nos sertões do Pará, dei um tempo, escrevi várias crônicas, dei mais um tempo e voltei à carga: terceira tentativa. Desta vez notei várias informações que não existiam antes no site. Uma delas: os tipos de arquivos que o sistema admitia para anexar CPF e folha de rosto. E agora ficava sabendo por que nada dera certo antes: um dos meus arquivos a anexar estava em jpg e o outro em doc – um dos padrões não aceitos pelo sistema. Chamei o meu Rafael, que rapidamente transformou, não sei por que passes mágicos, doc em pdf, e assim foram anexados.
Desta vez vai! Ah! se não!
Não foi. Recebi e-mail: não foi possível atender o seu pedido; diagnóstico do analista – anexar CPF e folha de rosto.
Putz!
Passaram-se alguns dias em que  fiquei ruminando o acontecido e fui para a quarta tentativa, e esta seria a derradeira, eu já estava a ponto de mandar tudo para os quintos dos infernos (menos o meu livrinho, é claro!). Por precaução eu mesmo preparei os dois arquivos em jpg, vá lá saber se deram errado as mágicas do meu filho Rafael. E chamei o meu Daniel para ficar ao meu lado fiscalizando, no pressuposto de eu estar errando algum procedimento.
E clic daqui e clic dali, o CPF já está anexado, agora vamos para a folha de rosto…Não, pai, não! Espera um pouco, deixa completar a transferência do arquivo…
Putz! Mil vezes putz!
Até aqui eu fechava o pedido de ISBN antes que se completasse a transferência dos arquivos (quando pára de rodar aquele circulozinho, lá em cima, e que eu nem via). Por isso os arquivos não iam, não chegavam na agência. Ai, meu pai! Tu te enchias de suor e fuligem na carvoaria, mas não tinhas que passar por isto!
Bem, amigos, desta vez deu certo, já estou com o prefixo editorial e o ISBN para Galo, galinha e pinto, mas tem um outro porém: gastei o dinheiro que reservara para a impressão. Nada que não se resolva, mais um pouco de paciência, em julho mando para a chocadeira (ou será prelo?).
Empanturrem-se de futebol e aguardem.

COMENTE
Me faça esse carinho

7 comentários:

Denise Rangel disse...

Eita, que saga! Eu teria desistido lá no início. Sem paciência pra burocracias, hehe. Enfim, tudo dará certo. Aguardemos a obra! Desejo sucesso desde já.
Abraço, garoto

mariza disse...

As coisas boas demoram a acontecer. Expectativa, no final tudo acabará bem. Sucesso. Abraço

Toninho disse...

Infelizmente as coisas não se processam na velocidade de nossa vontade, mas ainda bem que funcionou no apagar das luzes.
um abração.

Luma Rosa disse...

Ah, parece que a fase pior passou!! Dinheiro? Quem precisa disso... rs.
Você pode tentar um "Crowdfunding" (financiamento coletivo) ou então usar do sistema de donativos, usado por alguns blogueiros.
Boa sorte!!
Beijus,

Jussara Neves Rezende disse...

Que boa notícia! A de que o livro sairá em breve... distraídos que estaremos pelo futebol, esqueceremos (?) a canalhice e logo poderemos ler essa hi (es)storinha que promete ser deliciosa!
Não foi, por outro lado, boa notícia saber a trabalheira que foi para conseguir o ISBN :/ Eu cheguei a lhe contar que está para sair em breve um outro livro meu? Esse é de crítica literária: um estudo sobre a obra de Florbela Espanca. Chama-se "Florbela sob novo olhar". Saiu com o selo a Editora Annablumme e eles se encarregaram dessas questões. O livro até já está à venda no site da Annablume, mas eu ainda não recebi nenhum exemplar :(
Abraço,
Jussara - minasdemim

Joao Antonio Ventura disse...

Jussara, já estava com saudades de você! Abração.

Beatriz Paulistana disse...

Boa noite amigo João Antonio!!!
Que alegria saber de seus projetos e conclusões...com fé tudo terá um final feliz e em breve teremos mais um livro para lermos e sonharmos...amo...
Muito obrigada pelos votos de feliz dia das mães...
Desejo também um feliz dia das mães, para as mamães de sua família...
Tudo de bom sempre!!!
Abraços da Bia!!!

Postar um comentário